quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Wolfgang Iser em nova edição da EdUERJ

Um dos destaques da EdUERJ na Bienal é o lançamento da segunda edição de O Fictício e o Imaginário - Perspectivas de uma antropologia literária, de Wolfgang Iser. A primeira edição data de 1996, quando o próprio autor esteve no Rio para participar do VI Colóquio de Letras da Pós-graduação da Uerj. Desde então, os exemplares nunca deixaram de ser procurados por estudantes de letras e docentes.
O Fictício e o Imaginário insere-se como uma referência de bibliografia alemã na formação de alunos de doutorado em Literatura Comparada. Nas palavras do editor executivo da EdUERJ, professor Italo Moriconi, o lançamento "assinala uma linha de continuidade histórica com o que parcialmente representa o ensino de literatura na Uerj, traduzido no estudo propedêutico da filosofia de Kant e do romantismo filosófico alemão, assim como pela leitura de Wolfgang Iser como vade mecum de base".
Professor de literatura comparada na Universidade de Constance, na Alemanha, e falecido em 2007, Iser é considerado o mais significativo representante da Teoria da Recepção. Em seu estudo, volta a observação para a forma como cada leitor apreende o texto, criando "o imaginário".
Ao interpretar o leitor, O Fictício e o Imaginário enfatiza, para o professor Italo Moriconi, "o lado que o estudo da literatura deseja conceituar até o ínfimo detalhe, jogando a luz da lucidez organizadora sobre todos os aspectos do texto enquanto ato de leitura".
O Fictício e o Imaginário inclui-se na coleção Matrizes do saber contemporâneo, da EdUERJ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário